contador
contador gratuito de visitas
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Social bookmarking

Social bookmarking digg  Social bookmarking delicious  Social bookmarking reddit  Social bookmarking stumbleupon  Social bookmarking slashdot  Social bookmarking yahoo  Social bookmarking google  Social bookmarking blogmarks  Social bookmarking live      

Conservar e compartilhar o endereço de livrearbitrio em seu site de social bookmarking

Quem está conectado
2 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 2 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 63 em Sex 29 Mar 2013 - 11:42
Os membros mais ativos da semana

Os membros mais ativos do mês

Top dos mais postadores
Admin (95)
 
marcos a cavalcanti (89)
 
JUVENCIO (79)
 
Montenegro (62)
 
Gilmor (62)
 
Mariana (43)
 
PINHO Cardoso (30)
 
BALTAZAR (30)
 
Carolzinha (23)
 
DaSilva (18)
 

contador
contador gratuito de visitas

Projeto de regulação da internet nos EUA fere soberania de outros países, dizem especialistas

Ir em baixo

Projeto de regulação da internet nos EUA fere soberania de outros países, dizem especialistas

Mensagem por DaSilva em Ter 10 Jan 2012 - 8:10

Pesquisadores vêem SOPA como resultado de “rearranjo do capitalismo com a internet”

A polêmica gerada pelo projeto de lei norte-americano conhecido como SOPA (Stop Online Piracy Act, ou Lei Contra a Pirataria Online, em português) já chegou ao Brasil provocando debates sobre a estrutura de poder e ordenamento das mídias online.

Desde outubro do ano passado, uma comissão de republicanos e democratas no congresso dos EUA tem causado acaloradas discussões nos meios digitais. Encabeçados pelo republicano Lamar Smith, os 12 parlamentares elaboraram um projeto de lei que reforça o poder de fiscalização do governo sobre o conteúdo veiculado pela rede.


Se aprovada, a norma dará amparo ao poder judiciário dos EUA para bloquear, em seu território, sites de busca, redes sociais e qualquer outro portal, nacional ou estrangeiro, que conduza o usuário norte-americano a conteúdo pirateado ou falsificado.

Especialistas em comunicação digital e gestão pública ouvidos pela reportagem do Opera Mundi levantam suspeitas e se opõem ao projeto que, para eles, incorre em “infração de soberania”.

“O rearranjo do capitalismo pela internet coloca a grande indústria em negação consigo mesma. Elas agora tentam usufruir do poderio político alcançado para manter a ordem em que foram estabelecidas”, afirma Rodrigo Savazoni, ativista da Casa de Cultura Digital.

Na opinião de Pablo Ortellado, professor da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da USP, esse “poderio político” não se restringe apenas ao território norte-americano. O que para ele está em discussão, é uma questão envolvendo a soberania dos outros países, já que os norte-americanos acabarão legislando sobre o mundo inteiro. “O maior impacto ocorrerá fora dos EUA. O SOPA é orientado para punir atividades internas, mas, para isso, terá que intervir em empresas de fora do país”, afirma.

Apple e Microsoft, grandes fabricantes de softwares receosos com as quebras de patentes de seus produtos, posicionam-se a favor do projeto. Outro grande gesto de apoio vem dos principais estúdios de Hollywood e do AFL-CIO, o maior sindicato dos EUA.

Bob Goodlatte, um dos republicanos que compõem o grupo de autores do projeto, disse, em outubro do ano passado, que a legislação criminal do país revela-se incapaz de abranger as novas tecnologias da informação, o que permitiria que “infratores internacionais roubassem a obra de empreendedores, inventores e autores” dos EUA.

Gigantes do universo online, por outro lado, dizem compreender as intenções do projeto, mas discordam da maneira como o documento foi apresentado. O Google divulgou em seu blog oficial que “apóia fortemente o objetivo do projeto de lei”, mas que, ao mesmo tempo, receia “que a maneira como ele está redigido no momento possa ameaçar a inovação, a geração de empregos e a liberdade de expressão”.

“No caso do Google, não é uma boa estratégia colocar-se contrário à propriedade intelectual, pois colocaria a empresa em embate com a própria ordem capitalista. Para eles, aceitar os objetivos do projeto e questionar seus meios de execução é uma saída mais efetiva”, afirma Savazoni.

http://operamundi.uol.com.br/conteudo/noticias/19062/projeto+norte-americano+de+regulacao+da+internet+fere+soberania+de+outros+paises+dizem+especialistas.shtml

DaSilva

Mensagens : 18
Reputação : 1
Data de inscrição : 20/12/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Projeto de regulação da internet nos EUA fere soberania de outros países, dizem especialistas

Mensagem por Montenegro em Sab 14 Jan 2012 - 8:02

É o fim da internet....
avatar
Montenegro

Mensagens : 62
Reputação : 3
Data de inscrição : 11/12/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum