contador
contador gratuito de visitas
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Social bookmarking

Social bookmarking digg  Social bookmarking delicious  Social bookmarking reddit  Social bookmarking stumbleupon  Social bookmarking slashdot  Social bookmarking yahoo  Social bookmarking google  Social bookmarking blogmarks  Social bookmarking live      

Conservar e compartilhar o endereço de livrearbitrio em seu site de social bookmarking

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 63 em Sex 29 Mar 2013 - 11:42
Os membros mais ativos da semana

Os membros mais ativos do mês

Top dos mais postadores
Admin (95)
 
marcos a cavalcanti (89)
 
JUVENCIO (79)
 
Montenegro (62)
 
Gilmor (62)
 
Mariana (43)
 
PINHO Cardoso (30)
 
BALTAZAR (30)
 
Carolzinha (23)
 
DaSilva (18)
 

contador
contador gratuito de visitas

Tribunal do Panamá condena grupo que planejou assassinato de Fidel CastroPosada Carriles e seu grupo tentaram matar líder cubano durante visita ao país centro-americano

Ir em baixo

Tribunal do Panamá condena grupo que planejou assassinato de Fidel CastroPosada Carriles e seu grupo tentaram matar líder cubano durante visita ao país centro-americano

Mensagem por Gilmor em Dom 15 Jan 2012 - 1:13

Tribunal do Panamá condena grupo que planejou assassinato de Fidel CastroPosada Carriles e seu grupo tentaram matar líder cubano durante visita ao país centro-americano



Um tribunal do Panamá confirmou a sentença contra os cubanos anticastristas Luis Posada Carriles, Gaspar Jiménez, Guillermo Novo, Pedro Remón e César Matamoros, por atentado contra a segurança coletiva, neste sábado a imprensa local. Os cinco, além de um panamenho, após foram condenados por planejar o assassinato do líder cubano Fidel Castro em 2000.

O tribunal ratifica as penas impostas em abril de 2004: oito anos para Posada Carriles e Jiménez; e sete para Novo, Remón e Matamoros. A decisão incluiu também o único panamenho envolvido no caso, José Huradto, condenado a quatro anos de prisão.

O julgamento foi realizado após apelação dos da defesa e do Ministério Público. Os advogados dos acusados confirmaram que ainda irão recorrer às instâncias superiores.

Posada Carriles, Jiménez, Novo e Remón saíram do Panamá em direção aos Estados Unidos em 26 de agosto de 2004, após a então presidente do país, Mireya Moscoso ter concedido um indulto aos acusados poucos dias antes do fim de seu governo.

Em 2008, a Suprema Corte de Justiça declarou os indultos inconstitucionais.

Posada e o restante do grupo foram capturados em 17 de novembro de 2000, quando Fidel Castro chegou ao Panamá para participar da 10ª Cúpula Ibero-Americana, acusados de planejar o assassinato do líder da Revolução Cubana.

Durante o processo, eles foram absolvidos dos crimes de formação de quadrilha e posse de explosivos. Cuba acusa Carriles de ser o autor de um atentado em 1976 contra um avião da companhia área Cubana de Aviación, que explodiu sobre Barbados matando 73 pessoas a bordo.

http://operamundi.uol.com.br/conteudo/noticias/19165/tribunal+do+panama+condena+grupo+que+planejou+assassinato+de+fidel+castro.shtml

Gilmor

Mensagens : 62
Reputação : 4
Data de inscrição : 09/12/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum