contador
contador gratuito de visitas
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Social bookmarking

Social bookmarking digg  Social bookmarking delicious  Social bookmarking reddit  Social bookmarking stumbleupon  Social bookmarking slashdot  Social bookmarking yahoo  Social bookmarking google  Social bookmarking blogmarks  Social bookmarking live      

Conservar e compartilhar o endereço de livrearbitrio em seu site de social bookmarking

Quem está conectado
Não há nenhum usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e nenhuma Visita :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 63 em Sex 29 Mar 2013 - 11:42
Os membros mais ativos da semana

Os membros mais ativos do mês

Top dos mais postadores
Admin (95)
 
marcos a cavalcanti (89)
 
JUVENCIO (79)
 
Montenegro (62)
 
Gilmor (62)
 
Mariana (43)
 
PINHO Cardoso (30)
 
BALTAZAR (30)
 
Carolzinha (23)
 
DaSilva (18)
 

contador
contador gratuito de visitas

O complexo de vira latas?

Ir em baixo

O complexo de vira latas?

Mensagem por marcos a cavalcanti em Sex 14 Set 2012 - 9:39

Para que o Brasil possa se desenvolver, a primeira mudança que deve ocorrer é na consciência da população. Grande parte do povo está acomodada e não acredita no próprio país. Enquanto a mentalidade não mudar, todo o resto continuará igual.
Este foi um comentário de uma pessoa em um artigo do jornal, que até pode refletir parte de nossa realidade, más, se levarmos em consideração alguns dados de um artigo produzido pelo senador Cristovam Buarque que diz:
Por 50 anos, as forças conservadoras têm dito que é preciso crescer o bolo para depois distribuir; e as forças progressistas afirmam que é preciso distribuir para fazer o bolo crescer. Mas, ao redor desta abundância, o país continua entre os mais desiguais do mundo, com 10% de sua população analfabeta; 3,8 milhões de crianças fora da escola, das quais muitas nas ruas; as notas do Ideb envergonham e amarram o progresso. Além disso, a violência no trânsito e no crime deixam cerca de 100 mil mortos por ano, e outras dezenas de milhares de deficientes que fazem o Brasil parecer um país recém-saído de uma guerra. O Brasil tem 17 mil adolescentes cumprindo medidas socioeducativas, sendo mais de 12 mil em regime fechado e 5mil em regime aberto ou de semiliberdade, sendo que 70% deles ( os mesmos 12 mil), acabam cometendo novos crimes, o que mostra o fracasso educativo do país com os seus jovens que precisam de atenção especial.
Face ao exposto é bom abordar as causas originais para isso:
A primeira, embora, pareça não ter a “menor importância” em nossa sociedade, (uma pena) é relembrar os fatos de como nosso País foi formado á partir de nosso descobrimento e depois, principalmente pelos motivos em que aconteceu nossa proclamação como república:
Naquele momento, o que se pretendeu, foi nos livrarmos dos domínios da corte portuguesa, que vieram para explorar as nossas riquezas naturais, pelo menos o que nos conta a história, entretanto, aqueles que ficaram, faziam parte de uma elite colonialista aqui estabelecida, portanto, tiveram também como motivo fundamental, se apropriar das mesmas riquezas até então exploradas por aquela corte e assim se pode concluir, que á elas, pouco interessava a melhoria do restante da população.
No contexto do comentário feito acima, realmente ao longo destes nossos mais de 500 anos, de fato, a realidade da maior parte do povo tem mudado lentamente, porque evidentemente, quem detém o poder, dificilmente abre mão do mesmo de forma voluntária.
Assim sendo, não creio que generalizar como foi feito pelo comentarista corresponda á toda verdade e parece-me evidente, que a visão dele é muito reducionista e generalizada.
É possível que parte da sociedade esteja acomodada, mesmo generalizando, aquela que vem conseguindo manter seu status social, econômico e cultural. Ela é conhecida: as elites poderosas que ao longo destes 5 séculos detém o poder e das evidências mostrada pelo senador, se referindo aos objetivos pretendidos á 50 anos atrás, onde ele pode estar demonstrando que as classes conservadoras, são as mesmas elites poderosas, nas quais estão inseridas muitos de nossos políticos de todos os partidos sempre existentes no País, as quais, possivelmente são as responsáveis pelos dados citados por ele e mais:
Hoje o país deve estar “quase” atingindo 200 milhões de habitantes e a nova classe média representa 54% da população, em números redondos são, 108 milhões de pessoas e que assim foi dividida:
A baixa classe média tem renda per capita entre R$ 300 a R$ 440;
A classe média propriamente dita, tem ganho entre R$ 440 a R$ 640;
E classe média alta, com rendimento entre R$ R$ 640 a R$ 1.020.
E se 10% da população é analfabeta, portanto, 20 milhões de pessoas, esta também poderia ser considerada em função da renda, as miseráveis, pelo seguinte:
Extremamente pobre com renda de até R$ 81;
A "pobre, mas não exatamente pobre", com renda entre R$ 162 e R$ 291;
A vulnerável, com renda entre R$ 291 e R$ 441;
E a renda per capita das demais classes é assim configurada:
A baixa classe alta, com renda entre R$ 1.019 e R$ 2.480; e a alta classe alta, com renda acima de R$ 2.480, mais não se conhece o percentual das mesmas.
Diante do exposto, daria para concluir que a maioria da sociedade brasileira vem sendo dominada em todos os sentidos por uma minoria, então, é justo condená-la como acomodada ou que não acredita no próprio pais e será que ela não tem interesse em mudar de mentalidade?
É mais que uma evidência que em qualquer país do mundo, independente do seu regime, quem manda de fato e não por direito, são as elites e muitos deles, são tidos como evoluídos em relação ao Brasil.
Que evolução é esta, afinal? Porque será que muitas pessoas oriundas de outros países, diante da atual crise econômica em que se encontram, vêm imigrado para cá? Porque será que povos de outras nações desde nosso passado fizeram o mesmo? Certamente todos, não faziam parte das elites. Então, se o Brasil fosse realmente tão ruim, porque viriam em busca de novas oportunidades?
Ora, no fundo, quem de nós pode dizer que é brasileiro puro? É possível apenas os índios aqui existentes na época de nosso descobrimento e a partir daí, as demais gerações deles mesmos e os nascidos aqui, embora sejam tidos como brasileiros carregamos no sangue ou no DNA a descendência dos demais povos que formam nosso Pais.
Portanto, não creio que o conceito acima dado pelo comentarista é o mesmo da maioria de nossa sociedade.
Evidentemente não desconhecemos nossa realidade, porém, é extremamente lamentável que parte de nossos veículos de comunicação, hoje conhecidos como a mídia partidária, que diz estar defendendo os interesses da sociedade, só produz matérias e publica comentários daqueles que torcem contra, pelos quais, o pretendido da mesma é:
Quanto pior, melhor e neste contexto, cabe perguntar:
Esta parte da mídia, não estará servindo á boa parte das elites poderosas?
E você, qual sua opinião?

marcos a cavalcanti

Mensagens : 89
Reputação : 8
Data de inscrição : 27/03/2012
Idade : 72
Localização : Curitiba/Pr

http://marcaocapivari@ymail.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum