contador
contador gratuito de visitas
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Social bookmarking

Social bookmarking digg  Social bookmarking delicious  Social bookmarking reddit  Social bookmarking stumbleupon  Social bookmarking slashdot  Social bookmarking yahoo  Social bookmarking google  Social bookmarking blogmarks  Social bookmarking live      

Conservar e compartilhar o endereço de livrearbitrio em seu site de social bookmarking

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 149 em Seg 2 Set 2019 - 21:53
Os membros mais ativos da semana

Os membros mais ativos do mês

Top dos mais postadores
Admin (95)
Saúde mental. Vote_lcapSaúde mental. Voting_barSaúde mental. Vote_rcap 
marcos a cavalcanti (89)
Saúde mental. Vote_lcapSaúde mental. Voting_barSaúde mental. Vote_rcap 
JUVENCIO (79)
Saúde mental. Vote_lcapSaúde mental. Voting_barSaúde mental. Vote_rcap 
Montenegro (62)
Saúde mental. Vote_lcapSaúde mental. Voting_barSaúde mental. Vote_rcap 
Gilmor (62)
Saúde mental. Vote_lcapSaúde mental. Voting_barSaúde mental. Vote_rcap 
Mariana (43)
Saúde mental. Vote_lcapSaúde mental. Voting_barSaúde mental. Vote_rcap 
PINHO Cardoso (30)
Saúde mental. Vote_lcapSaúde mental. Voting_barSaúde mental. Vote_rcap 
BALTAZAR (30)
Saúde mental. Vote_lcapSaúde mental. Voting_barSaúde mental. Vote_rcap 
Carolzinha (23)
Saúde mental. Vote_lcapSaúde mental. Voting_barSaúde mental. Vote_rcap 
DaSilva (18)
Saúde mental. Vote_lcapSaúde mental. Voting_barSaúde mental. Vote_rcap 

contador
contador gratuito de visitas

Saúde mental.

Ir em baixo

Saúde mental. Empty Saúde mental.

Mensagem por marcos a cavalcanti em Ter 19 Jun 2012 - 9:58

O que você conhece sobre depressão?
Estou certo que muito do que se sabe, só nos interessou quando por algum motivo ou vários, passamos por algum tipo de crise depressiva, diante dos desafios de nossa existência, dos stress do dia a dia e dizem até que a depressão virou moda.
Sem desmerecer que este é um mal que vem afetando á muitos, existe outro tipo de depressão que afeta a saúde mental de boa parte da população mundial, não em menor quantidade aqui em nosso País, que entre outros transtornos mentais, encontra-se o chamado TAB ( Transtorno Afetivo bipolar), nome simpático dado á esta doença, antes também chamada de disfunção química do cérebro, ( correta sem dúvida) mas, anteriormente era conhecida como Psicose Maníaca Depressiva ou Obsessão Maníaco Depressiva.
Ora, para a maioria da sociedade, quem era ou é portador de Psicose ou da Obsessão, popularmente, era tido como louco, demente, uma pessoa fora do planeta e para tanto, devia ser afastado da sociedade ou melhor da própria família e ser internado em algum manicômio, porque ele poderia prejudicar a si mesmo, bem como, aqueles que precisavam conviver com os mesmos.
Evidentemente, somente aqueles que sofrem da bipolaridade, bem como, os que convivem com eles, procuram informações á respeito desta doença, entretanto, ela afeta muita gente, independente da categoria social, sexo, cor da pele, da profissão, da religião, entre outras coisas e o pior é que muitos não percebem isso.
Como aqui é um fórum acessado por milhões de pessoas,então, exceto aquelas que já conhecem este assunto, falar do mesmo, não trará nenhuma novidade, entretanto, vou abordá-lo para os demais que pensam da maneira acima exposta.
A bipolaridade é realmente uma disfunção química cerebral, que infelizmente não tem cura, porém, podem ser tratadas com medicamentos específicos receitados por psiquiatras, acompanhado de terapias, ambas necessárias para a vida toda do paciente.
Ela normalmente aparece na idade adulta, causada por algum acontecimento que afeta muito mais o portador, do que a maioria das pessoas são afetadas.
A bipolaridade, para usar uma linguagem popular, tem como características principais, duas fases, muitas vezes distintas, ou seja:
a) A fase de euforia, em que o paciente tem ideias mirabolantes é super ativo, exigente, não respeita seus próprios limites, não aceita críticas, mas é crítico em excesso com os outros, bem como, se torna ofensivo,agressivo, se acha o dono do mundo, enfim, é aquela pessoa insuportável em todos os sentidos.
b) A outra é fase da depressão fora da normal, em que eles agem exatamente ao contrário do dito acima, ficam introspectivos, cheios de auto piedade, dependente de muletas psicológicas, tristes, inseguros, deixam de fazer ou perdem o interesse pelas coisas que antes gostavam, se isolam, ora dormem pouco ou muito, se alimentam em demasia ou em quase nada, enfim, são negativos ao extremo.
O interessante e acima de tudo, que a variação dos comportamentos, são estressante para quem convive com os mesmos e que ambas as fases, podem acontecer de uma hora para outra, num dia para outro, na semana ou no mês , então é como se diz na gíria, “funde a cuca” de qualquer um.
É tido também, que a bipolaridade pode ter origem genética, quando algum membro familiar de outra geração, sofreu deste transtorno e diante disso, poderá acontecer com futuras gerações.
Embora se admita que o comportamento da família e da própria sociedade, possa moldar nossas escolhas e nos influenciar ética e moralmente, existem também, os preconceitos, valores que nem sempre respondem á tudo e é claro e evidente, que também somos influenciados pelos modismos, portanto, grosso modo, podemos agir para nos integrarmos ao nosso meio social, então, sem dúvida alguma, o mesmo acontece com os bipolares.
Ora, também não dá para descartar que uma educação restritiva ou liberal em excesso, os conhecidos sarros sofridos da infância e adolescência e até na via adulta, que afeta á todos, porém, contribuem como fatores que desencadeiam a bipolaridade.
O pior é que muitos dos portadores, não aceitam a doença, portanto, se recusam á qualquer tratamento, tomar os remédios necessários, se recusam terminantemente á consultar um psiquiatra ou terapeuta,( para muitos, isso é vergonhoso), mesmo quando tem crises ao longo da vida, nas quais, em último caso, até precisam ser internados.
E por falar em internamento, nem todos tem condições econômicas de bancar o mesmo particularmente, aliás, os próprios especialistas sérios evidentemente, defendem a ideia que o portador tenha um tratamento ambulatorial particular (para quem pode) e é obvio, que a grande maioria pode procurá-lo no SUS, que independente da dificuldade para conseguir, está disponível á todos e somente em casos especiais, ainda assim, eles recomendam a internação dia, ou seja: o portador passa parte do seu dia ou todos os dias normais das semanas, na clínica ou hospital e retorna para sua casa.
Além disso, é de suma importância o acompanhamento do mesmo pela família ou familiar, para informar aos médicos como o doente está se comportando, tomando remédio, etc, porque muitas vezes ele próprio, fora da estabilidade, não tem condições de fazer isso.
Por outro lado, a própria família ou quem convive com eles, muitas vezes apenas está preocupada com as aparências, ou melhor, do que os outros vão pensar, portanto, escondem e assim prejudicam mais o próprio paciente.
Pensam que aconselhar, incentivar, indicar caminhos positivos é o suficiente, entretanto, ao perceber que nada disso resolve, ficam frustrados, decepcionados, indignados, passam á tratar o portador como irresponsável, preguiçoso, sem caráter entre outros adjetivos pejorativos.
Ao contrário, outras famílias ou quem convive, tornam-se condescendentes com tudo de errado ou negativo que eles praticam, pois, desenvolvem um sentimento de culpa tão grande, achando que nunca estão fazendo o que é realmente necessário para ajudá-los.
Grosso modo, a família ou o familiar acaba também ficando doente e quase sempre age da mesma forma que o portador se comporta e evidentemente o sofrimento é de todos.
O exposto acima é uma pequena amostra das causas e consequências deste transtorno e para consolo de quem interessar, recomendo acessar a internet os blogs, sites e fóruns nela existente que abordam mais profundamente este assunto, pois, viver com um bipolar, comparando é o mesmo que matar um leão todos os dias.

marcos a cavalcanti

Mensagens : 89
Reputação : 8
Data de inscrição : 27/03/2012
Idade : 73
Localização : Curitiba/Pr

http://marcaocapivari@ymail.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum